Renan inviável

A disputa entre Valdir Raupp e Romero Jucá pela primeira vice-presidência do PMDB na chapa de Michel Temer sugere que a candidatura de Renan Calheiros para o comando do partido perdeu força.

Os caciques peemedebistas finalmente perceberam que Renan, alvo de seis inquéritos da Lava Jato, perdeu a condiçãopara liderar a sigla. Mesmo entre seus aliados, há o temor de que novas mensagens de Léo Pinheiro compliquem ainda mais a situação do presidente do Senado.

O desembarque é inevitável.

Faça o primeiro comentário