Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Renan quer enviar relatório da CPI à Corte de Haia e propor mudanças na lei do impeachment

O relator do colegiado deve propor a limitação de prazo para que tanto a PGR quanto a Câmara se manifestem sobre denúncias de presidente da República
Renan quer enviar relatório da CPI à Corte de Haia e propor mudanças na lei do impeachment
Foto: Pedro França/Agência Senado

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou há pouco que pretende encaminhar o seu parecer ao Tribunal Penal Internacional e propor mudanças na lei do impeachment.

“Nós vamos enviar o relatório para a PGR, para o Ministério Público, para o Tribunal Penal Internacional, para o TCU e mandar para as entidades que tenham interesse”, declarou Calheiros há pouco, em entrevista coletiva.

Ainda em junho, o decano do colegiado, o senador Otto Alencar (PSD-BA), afirmou em entrevista ao Papo Antagonista que a Comissão Parlamentar de Inquérito já tinha elementos para denunciar Jair Bolsonaro ao Tribunal Penal Internacional.

Sobre mudanças da lei do impeachment, Renan disse que ainda está “analisando a questão”. Renan deve propor a limitação de prazo para que tanto a PGR quanto a Câmara dos Deputados se manifestem sobre denúncias apresentadas por comissões parlamentares de inquérito.

“Estamos ainda desenhando o relatório e tratando isoladamente a questão”, afirmou o relator da CPI.

Mais notícias
TOPO