​Renan quer lutar no campo adversário

Renan Calheiros articula nos bastidores para colocar dois indicados seus no Conselho Nacional de Justiça, órgão que fiscaliza os juízes brasileiros.

Seus favoritos, segundo o Estadão: Ana Luísa Marcondes, que trabalha na corregedoria do MPF, e Henrique de Almeida Ávila, sócio de um escritório de advocacia onde trabalha a mulher de Gilmar Mendes.

Faça o primeiro comentário