Renan tem de sair

Renan Calheiros, segundo o delator Claudio Mello Filho, recebeu 22 milhões de reais em propinas da Odebrecht (juntamente com Romero Jucá e Eunício Oliveira).

Ele não pode continuar presidindo o Senado. Ele não pode aprovar leis contra a Lava Jato.

Renan Calheiros tem de ser afastado o quanto antes.

200