O relógio de Renan

Renan Calheiros não esconde a pressa em votar a cassação de Delcídio do Amaral no plenário do Senado.

Antes da votação, porém, falarão (pelo menos) Telmário Mota (pelo Conselho de Ética), Ricardo Ferraço (pela CCJ) e Randolfe Rodrigues. Isso sem contar com o tempo destinado à defesa de Delcídio.

Portanto, quando o caso de Delcídio entrar na pauta, a qualquer momento, os discursos devem ainda durar, no mínimo, uma hora.

A votação será nominal e pelo sistema eletrônico: veremos o resultado no painel. É preciso maioria simples dos senadores presentes para cassar Delcídio.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 44 comentários
  1. Percebo o amadurecimento de nossa democracia exatamente ao contrário do que alguns falam por aqui. Mudança drástica só leva até a próxima esquina. Estamos há mais de um ano nesta luta e quem quer mudança sabe que ela tem o seu tempo certo como a Lava Jato nos ensina, para não cair nos erros do mensalão e nem do mani pulite. Para grande parcela da população a mudança não é só prender, mas passa pela razão de reformas para conter esse processo de corrupção. A Andrade Guttierez é a primeira a assinar a mudança da regra do jogo que se faz política mas culturalmente e exige seu tempo de maturação

  2. Infelizmente nosso país só mudará guando houver uma mudança drastica. Por enquanto é só um preparo para nos conformar com essa corja que continuará fazendo o que quer. Não acredito mais no Temer. Infelizmente parece que algo fede no nosso mundinho.

  3. è melhor o acordo de leniencia pois em nosso pais a empresa muda de nome, abre novas documentações e esta livre .Ao menos reconhecem que infelizmente foram forçados a errar,.Agora aos achacadores o peso vigoroso da lei.

  4. Acontece que estas empresas que foram corrompidas pelo governo, SIM, o Governo é o corruptor, ajudaram a dar prejuízo não somente a estatais ou União, mas a milhões de brasileiros. Não tem Perdão. Fizeram não uma ou duas vezes, foram anos fazendo nacional e internacionalmente. Roubaram milhões de brasileiros. Assim como os que corromperam não devem ter perdão. Responsabilização social de todos eles.

  5. SOMOS CONTRA A LENIENCIA–PROTEGE A EMPRESA -E OS EMPRESÁRIOS SÃO PERDOADOS E OS ROUBOS- SÃO DEVOLVIDOS UM TERÇO E CONTINUAM PRESTANDO O SERVIÇO PRO ESTADO -ANULA A LAVA JATO

  6. A justiça americana se parece com a brasileira. A corrupção lá é menor porque A ECONOMIA É GERIDA PRIVADAMENTE. Se os EUA tivessem estatais pra tudo como no Brasil, a corrupção seria suprema.

  7. Piadinha relacionado à notícia do post: “Um prefeito queria construir uma ponte, e chamou três engenheiros: um alemão, um americano e um brasileiro. O alemão propôs: — Faço por US$ 3 milhões: um pela mão-de-obra, um pelo material e um para meu lucro. O americano deu seu lance: — Faço por US$ 6 milhões: dois pela mão-de-obra, dois pelo material e dois para mim. Mas o serviço é de primeira. O brasileiro deu o lance maior: — Faço por US$ 9 milhões. — Nove?! É demais! Por quê? — Três para mim, três para você, e três para o alemão fazer a obra. — Feito!”

  8. O perdão somente é justificável quando o erro ocorre uma única vez, de forma involuntária. Todas essas grandes grandes corporações e empreiteiras nacionais, continuamente, utilizaram a corrupção como um método de ação para persuasão em todos os níveis de governo. Não me venham agora com essas chorumelas. Isso é conversa mole para boi dormir.

  9. Para melhorar o Brasil, só trocando de lugar com os japoneses, ou alemães, ou noruegueses. Eles vêm para cá e nós vamos para lá devastar as terras deles como gafanhotos famintos. O Brasil é fantástico! O que não vale nada é a raça que o habita.

  10. Antagonistas, temos que começar um grande movimento para que Congresso não aprove a Lei da Leniência que está em tramitação. Deltan Dallagnol, muitos juristas e economistas já chamaram atenção para o fato que, se essa lei for aprovada, vai acabar com a Lava Jato ou qualquer possibilidade de conter a corrupção no país. A empresa faz um acordo administrativo baratinho e fica tudo por isso mesmo. Não se pode nem usar as provas administrativas em processos judiciais. Olhar atento!!!

  11. Presidente da Hyundai cumpre pena em creche Chung Mong Koo, que foi acusado de fraude e corrupção, cumpre pena de três anos convertida em prestação de serviços comunitários. Ele também terá que ministrar palestras e escrever artigos na mídia local sobre ética nos negócios, além de cumprir sua promessa de fazer doações para a caridade. http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL614321-10406,00-PRESIDENTE+DA+HYUNDAI+CUMPRE+PENA+EM+CRECHE.html

  12. Pra empresa se sujeitar a pagar 1 bilhão pra poder voltar a negociar com o governo, é porque as obras publicas dão muuuuuuuito dinheiro pra essa gente. Cês acham que essa gente vai viver sem um superfaturamento? Então ta…

  13. Não sou hipócrita, a ponto de dizer que não tenho culpa, pois votei no primeiro mandato do luladrão……PAGAMOS POR NOSSOS ERROS, MAS SEMPRE HÁ TEMPO PARA MUDANÇAS, APRENDIZADO E ESPERANÇA QUE NUM FUTURO PRÓXIMO, POSSAMOS RESPIRAR ALIVIADOS, QUE MESMO TENDO ERRADO, TIVEMOS TEMPO DE CORRIGIR OS ERROS EM FAVOR DE UM BRASIL POSSÍVEL, SEM CORRUPÇÃO E EXEMPLO DE NAÇÃO JUSTA E ÍNTEGRA PARA AS GERAÇÕES FUTURAS!

  14. -Temer vai acabar com o monopólio da aviação civil. A partir de Junho, empresas estrangeiras poderão comprar 100% das linhas aéreas nacionais: http://en.mercopress.com/2016/05/07/a-temer-government-would-allow-full-foreign-control-of-brazilian-airlines

  15. até que enfim o pais começará a sair do mar de lama em que está mergulhado, devemos canonizar o juiz da Lava Jato por dar este primeiro ponta pé. neste país só trabalhava quem fosse desonesto pagando ou recebendo propina.

  16. «« «« Na realidade as razões que levam uma nação a ser pobre, ou rica, não depende das commodities que exporta, etc. Depende de outros fatores culturais e educacionais mais profundos. Porque é que algumas nações são tão ricas, e outras tão pobres e tão problemáticas? Está bem claro no livro; – ” Riqueza e a Pobreza das Nações ” – do autor David S. Landes http://www.estantevirtual.com.br/b/david-s-landes/riqueza-e-a-pobreza-das-nacoes/1841141091 Estão lá, de forma bem clara, as razões pelas quais o Brasil é o que é, apesar das suas potencialidades »» »»

  17. Não confundir as duas modalidades de perdas – perdas com o desperdício e perdas com a corrupção – bastante presentes na governança pública. As perdas com o desperdício resultam da incompetência na gestão enquanto as perdas com a corrupção resultam da desonestidade acobertada por uma legislação feita deliberadamente para proteger o corrupto. Mas isso tudo é só o efeito de uma causa única que é encontrada na mediocridade do povo. Povo medíocre, representantes medíocres, resultados medíocres, medíocres na gestão, na produção legislativa e na aplicação da lei.

  18. Acordo de leniência, nada mais que uma monstruosidade jurídica, cuja finalidade permite perpétuar e aperfeiçoa as próximas práticas ilícitas. Desculpas não aceitas!

  19. A corrupção está no DNA do Brasil, mas o PT a institucionalizou. A Lava Jato escancarou de tal forma essas praticas que removerá boa parte dos políticos que dela participou nos últimos tempos. Claro que haverão outras, essa gente é bastante criativa para encontrar meios de driblar, mas por outro lado, a globalização, a digitalização estão tão avançados, sem contar que o mundo civilizado teve que se unir no combate a corrupção pq é ela que financia grupos terroristas. Qto ao papel de cada um no cenário que envolve políticos e empresários, não como apontar mocinhos, somente vilões.

  20. Eu prefiro assim: onde se lê “desperdício de dinheiro público”, leia-se “roubo e traição da pátria”. Este é um caso para ser julgado numa CORTE MARCIAL.

  21. Só existem corruptores por conta dos corruptos (execráveis agentes do Estado). Trata-se também, de uma grande verdade que as obras do Estado só se ganha pagando o “pixuleco” nas três esferas de governo. Infelizmente isto é fato.