Representação contra MP é para separar joio do trigo, diz Flávio Bolsonaro

Flávio Bolsonaro comentou as representações apresentadas pelo seu partido, o PSL, contra o Ministério Público fluminense, registra o Estadão.

“Estou só separando o joio do trigo. Pessoas do Ministério Público não podem manchar o nome numa situação tão importante como essa, cometendo as mais absurdas ilegalidades e arbitrariedades, só isso”, declarou o senador durante evento no Rio.

Flávio e o PSL acusam o MP-RJ de arbitrariedades e ilegalidades na condução da investigação sobre a movimentação atípica de R$ 1,2 milhão na conta de Fabrício Queiroz. A Promotoria disse repudiar as acusações.

Estamos Vigilantes. Não Importa o Partido. Não Importa o Lado. Você Precisa Se Proteger. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 42 comentários
  1. Senador, se as coisas permanecerem assim, nem pra sindico vexa sera eleita. Quem nao deve nao teme. Cade as suas lives? Cade sua assinatura na CPI? Nao esta convencendo seu próprio eleitorado.

  2. É uma lástima,mas o Ministério Público como todas as demais instituições possuem no seu seio podres figuras e,é exatamente para extirpá-las e manter o MP íntegro como sempre,que urge uma depu

  3. O Ministério Publico do RJ todos petistas foram as ruas contra o impeachment da BanDilma, foram as ruas fazer protesto com integrantes do PSOL no #ELENAO, todos partidários comunistas. FORA MPRJ

  4. Flávio Cheira Cueca BOS TAnaro, VOCÊ É O JOIO!!! Você é um VAGABUNDO, parasita, ordinário, FDP e CHEFE DE MILÍCIA. Você não vale um pedaço de papel higiênico usado, e dos dois lados.

  5. De usarem a mesma regra de separar o joio do trigo para identificar os deputados que prestam daqueles que não prestam (ladrões e/ou incompetentes), Flavio (junto à maioria) estará em dificuldade.

  6. A famosa foto do procurador com o repórter da Globo, uma imagem vale mais do que 10.000 palavras. Curiosamente, logo depois da divulgação da foto, o procurador e a Globo, resolveram “esquecer” Fl

    1. Pois é! O Bolsonaro tem fotos com mais de 10 milicianos… Será que é a mesma regra? Ou dois pesos e duas medidas?

  7. Se Flavio não se beneficiou dos valores arrecadados ilicitamente por Queiroz, coisa que eu duvido, pode ser chamado de incompetente, pois é impossível que nunca tenha desconfiado de seu assessor.