Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Representante do Ministério da Saúde admite que pode faltar oxigênio em seis estados

Representante do Ministério da Saúde admite que pode faltar oxigênio em seis estados
Manaus sofre com a falta de oxigênio | Foto: Ministério da Saúde

O general Ridauto Fernandes, diretor de Logística do Ministério da Saúde, admitiu que pode faltar oxigênio hospitalar em seis estados: Acre, Rondônia, Amapá, Mato Grosso, Ceará e Rio Grande do Norte.

Além disso, em outros sete estados (Pará, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) a situação foi classificada como preocupante pelo representante da pasta. As informações foram repassadas ontem (22), durante reunião com representantes da Procuradoria-Geral da República (PGR) que acompanham a condução da pandemia do novo coronavírus em todo o Brasil.

Na semana passada, em audiência pública no Senado, o general já havia admitido risco de desabastecimento em cidades de pequeno porte. “Hoje, o maior risco de perda de vida está nas pequenas unidades, mesmo nas capitais, e nos hospitais do interior. São aqueles que vivem do oxigênio gasoso. Está acontecendo em todo o Brasil”, afirmou. As informações são do Estadão.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO