Requião dedica lei do abuso a Amarildo

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), relator do projeto de abuso de autoridade, quer aprová-lo por uma causa nobre: evitar “outros Amarildos” no Brasil.

Aos colegas do Senado, Requião afirmou que a celeridade com que a matéria tramita não tem nada a ver com qualquer tentativa de implodir a Lava Jato, “que é uma questão menor”.

De fato, desde que Amarildo de Souza desapareceu, em julho de 2013, após ser abordado por policiais militares na Favela da Rocinha, não há um dia sequer em que o Congresso não se mostre consternado e compungido com o caso. Não se ouve outra coisa pelos corredores.