Responsabilidade histórica

Em coluna assinada para O Globo, Fernando Henrique Cardoso escreveu sobre o que considera certo e errado, e destacou que isso pouco tem a ver com o entendimento de esquerda e direita. Os dois trechos abaixo concluem o artigo:

“É urgente corrigir os desatinos fiscais do lulopetismo, desaparelhar o Estado, reconquistar a confiança da sociedade e retomar a agenda de reformas que o lulopetismo abandonou em favor de anabolizantes pró-crescimento que produziram medonhos efeitos colaterais para o país.”

“Há forças capazes de corrigir os desatinos cometidos. Para isso, é preciso que lideranças não comprometidas com o lulopetismo, apoiadas pelos grupos sociais que nunca se deixaram ou não se deixam mais seduzir pelo seu falso encanto, assumam a sua responsabilidade histórica, dentro da Constituição, para fazer o certo em benefício do povo e do país.”

É justamente o que o Brasil espera das lideranças ligadas a Fernando Henrique Cardoso.