Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Reunião do Patriota que aceitou Bolsonaro teve tumulto e gritos de 'golpe'

Adilson Barroso, presidente da sigla, destituiu quatro membros da convenção nacional, nomeou sete aliados e aprovou novo estatuto sem que ele fosse lido pelos delegados
Reunião do Patriota que aceitou Bolsonaro teve tumulto e gritos de golpe
Foto: Reprodução/ Redes Socias

Para filiar a família Bolsonaro ao Patriota, o presidente da sigla, Adilson Barroso, destituiu quatro membros da convenção nacional que eram contra a medida e nomeou sete aliados com poder de voto, relata André Spigariol na Crusoé.

Além disso, Barroso convocou às pressas uma convenção partidária no interior de São Paulo, aprovou um novo estatuto sem que ele fosse lido pelos delegados presentes e destituiu o vice do partido do cargo de delegado. Houve tumulto e gritos de “golpe” quando a filiação de Flávio Bolsonaro foi anunciada.

LEIA AQUI a reportagem da Crusoé —e CLIQUE AQUI para ver, ou rever, o vídeo da confusão.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO