ACESSE

Reunião ministerial: Bozzella diz que ministros participaram do 'teatro' de Bolsonaro para 'segurarem seus empregos'

Telegram

O deputado federal Júnior Bozzella, vice-presidente nacional do PSL, voltou a elogiar Sergio Moro e sua decisão de deixar o governo de Jair Bolsonaro.

“Como um verdadeiro patriota, Moro não se curvou, nem se apequenou. Com o mesmo desprendimento que largou 22 anos de magistratura, teve a dignidade de sair do governo Bolsonaro, frustrado pelas promessas de combate à corrupção, que não foram cumpridas.”

Ao comentar o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, divulgado na última sexta-feira, Bozzella cutucou, sem citar nomes, ministros que “participaram do teatro do chefe para segurarem seus empregos”.

“A postura de Moro [que deixou a reunião no meio] foi bem diferente da de outros ministros que lá fizeram discurso inflamado de combate à corrupção, participaram do teatro do “chefe para segurarem seus empregos, mas se calaram na hora de aceitar o loteamento com o Centrão.”

O deputado acrescentou:

“As palavras comovem e os exemplos arrastam.”

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 36 comentários