Reuniões e mais reuniões

Criticado pelo silêncio sobre a guerra de facções no Amazonas que deixou 56 mortos, Temer decidiu agir: marcou uma reunião para amanhã cedo, a fim de discutir a situação dos presídios.

Participarão os ministros da Justiça, Alexandre de Moraes; da Defesa, Raul Jungmann; da Transparência, Torquato Jardim; e do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen; além da advogada-geral da União, Grace Mendonça.

Trata-se, sem dúvida, de uma resposta contundente à situação.

Faça o primeiro comentário