Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Reverendo Amilton já está no Senado

Apontado pela CPI como intermediário da Davati na tentativa de venda de vacinas para a Saúde, o reverendo teria conseguido acesso por meio de Michelle Bolsonaro
Reverendo Amilton já está no Senado
Reprodução

O reverendo Amilton Gomes de Paula, presidente da organização Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (Senah), já chegou ao Senado. Daqui a pouco, ele será ouvido na CPI da Covid. Os senadores vão questioná-lo sobre a intermediação na tentativa de venda de 400 milhões de doses da vacina AstraZeneca, por meio da intermediária Davati Medical Supply).

Blindado por um habeas corpus, Amilton poderá ficar em silêncio,

A entidade do reverendo Amilton foi fundada em 1999 e teria sido responsável por ações solidárias em todo o Brasil. Segundo a CPI, com esse suposto know-how e apoiado por líderes evangélicos, como o pastor Silas Malafaia, o reverendo conseguiu acesso ao Ministério da Saúde e entrou nas negociações por vacinas contra Covid.

De acordo com os integrantes da CPI, é possível que a esposa do presidente da República, Michelle Bolsonaro, também tenha ajudado a Senah a ter acesso à pasta. Além disso, a CPI investiga a possibilidade de o reverendo ter tido um contato com Jair Bolsonaro para tratar da negociação de vacinas.O episódio foi revelado com exclusividade por O Antagonista.

Mensagens que estão em posse da CPI mostram que o reverendo Amilton tentou mediar um encontro entre Dominguetti e o presidente da República. A reunião foi agendada para 15 de março deste ano, mas não aconteceu. O outro representante da Davati no Brasil, Cristiano Carvalho, afirmou à CPI da Covid que Amilton convidou ele e Domingueti para um café da manhã com o presidente da República.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO