Reynaldo cita precedentes

Reynaldo Soares da Fonseca fez um histórico de decisões divergentes sobre o entendimento do STF e do STJ em relação à execução provisória da pena.

Depois de sugerir que acolheria o HC de Lula, o ministro fala agora em “caráter vinculante” da decisão do Supremo de 2016.

Se seguir o relator, serão 3 votos e a maioria estará formada.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Leonel disse:

    Esse Ministro Reynaldo deixou bem claro que votou contra o Lula somente em razão da jurisprudência do STF, que teria "caráter vinculante". Ou seja, é só o STF mudar o entendimento, que ele muda rapidinho, sempre com a desculpa de que foi em obediência ao STF. Isso ele também deixou bem claro.

Ler comentários
  1. POWER GUIDO disse:

    O LADRÃO MOR DE SÃO BERNARDO.PUDIM DE CACHAÇA VAGABUNDO.

  2. Oi disse:

    Tava só ouvindo sem ver quem estava falando , achei que era uma ministra .... Quando vi ... ué! É um ministro , uhmmm Mas aí olhando bem , vi que era meio a meio !

  3. Castelo Branco disse:

    Não precisou falar muito para entendermos que se ele pudesse, com certeza liberaria o ladrão. Juiz que elogia demais a defesa e não elogia a justiça e o ministério público, num caso tão claro de condenação, demonstra toda sua iniquidade. São os Napoleões e Gilmares da justiça brasileira. Infelizmente tem muitos.

  4. Lopes disse:

    Não vai seguir o relator. Incrível isso.