Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ricardo Barros diz que não sabia de pedido de adiantamento por Covaxin

O líder do governo também negou ter conhecimento dos detalhes do contrato entre o Ministério da Saúde e a Precisa Medicamentos
Ricardo Barros diz que não sabia de pedido de adiantamento por Covaxin
Reprodução/TV Senado/YouTube

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), afirmou há pouco à CPI da Covid que desconhecia detalhes do contrato da vacina Covaxin.

Ele também negou ter conhecimento de que a Precisa Medicamentos teria pedido adiantamento de US$ 45 milhões para a liberação de um lote de 3 milhões de doses da vacina, embora o contrato previsse o pagamento apenas após a entrega.

“Nem sabia que a Precisa tinha pedido adiantamento pela Covaxin”, disse Barros.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO