RICARDO PESSOA ENTREGOU OPERADOR

Nos autos da Operação Dragão, o MPF explica que Ricardo Pessoa confessou, recentemente, ter lançado mão dos serviços ilícitos de Rodrigo Tacla Duran para “gerar dinheiro em espécie ao Grupo UTC”. Foram R$ 35 milhões só para a empreiteira de Pessoa.

O MPF, porém, descobriu que Duran emitiu um total de R$ 56 milhões em notas fiscais.

Faça o primeiro comentário