ACESSE

Risco de asilo de Lula é real, diz procurador da PRR-1

Telegram

Como mostramos na sexta-feira, o juiz substituto Bruno Apolinário, do TRF-1, ignorou parecer do Ministério Público da segunda instância ao liberar Lula para viagens internacionais.

Na decisão de Apolinário não há sequer um parágrafo da manifestação do procurador Wellington  Bonfim, e dá para entender o motivo.

Além de fundamentar posição oposta à do juiz, Bonfim alerta para o real risco de que Lula peça asilo diplomático em alguma embaixada sul-americana em Brasília – como publicamos no fim de semana.

“É inegavelmente uma figura política com projeção internacional, com afinidades político-ideológicas com chefes de Estados estrangeiros e uma rede de apoiadores que, com certeza, acreditam nas suas alegações de perseguição política.”

Na sua manifestação, Bonfim cita ainda trechos de artigo de Vladimir Passos de Freitas sobre o requerimento de Lula à ONU, que fala da possibilidade de um “pedido de asilo” na embaixada de outro país, como “Uruguai ou Cuba”.

Confira AQUI a íntegra do documento.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 83 comentários