Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Roberto Jefferson é condenado a indenizar Moraes em R$ 50 mil

Em entrevistas, o ex-deputado afirmou que o ministro do STF era advogado de narcotraficantes e de assassinos de policiais
Roberto Jefferson é condenado a indenizar Moraes em R$ 50 mil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O TJ-SP condenou o presidente do PTB, Roberto Jefferson, a indenizar em R$ 50 mil o ministro do STF Alexandre de Moraes. A decisão, da 1ª Câmara de Direito Privado, foi proferida ontem, mesmo dia em que o ministro manteve sua prisão preventiva.

O colegiado negou um recurso da defesa do ex-deputado e aumentou o valor da indenização de R$ 10 mil para R$ 50 mil.

Jefferson foi condenado por afirmar, em entrevistas à Jovem Pan e à CNN, que Moraes era advogado de narcotraficantes.

“O maior grupo de narcotraficantes do Brasil, assassinos de policiais, de policiais militares, de policiais penitenciários, de policiais civis. E o advogado deles era o Alexandre de Moraes. E hoje, desgraçadamente, veste uma toga de ministro do Supremo Tribunal Federal.”

Em sua defesa, Jefferson alegou que tirou as deduções da internet.

O relator do processo, desembargador Rui Cascaldi, disse que a alegação é leviana.

“Insiste o réu em dizer, em diversos momentos de sua defesa, que tirou suas deduções da Internet, apontando que o autor somente agora, nesta ação (como se este tivesse alguma culpa por isso) veio a negar ter advogado para o PCC. O que se revela por demais leviano de sua parte, pois a Internet é uma terra de ninguém, não se podendo concluir que os fatos que ali se plantam sejam verdadeiros.”

Quando foi preso, no último dia 13, Jefferson fez uma série de ameaças ao ministro Moraes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO