Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Roberto Jefferson pede que Toffoli desbloqueie seu Twitter

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, pediu que o presidente do STF, Dias Toffoli, revogue o bloqueio de sua conta no Twitter e lhe dê acesso à decisão do ministro Alexandre de Moraes que suspendeu seus perfis nas redes sociais.

Em petição enviada ao STF no início da noite de hoje, o advogado do ex-deputado, Luiz GustavoCunha, disse que a decisão de Alexandre é uma “manobra midiática” inconstitucional.

Ele citou parecer do procurador-geral da República que chamou a suspensão dos perfis de bolsonaristas de desproporcional e desnecessária, já que eles apenas exercem suas liberdades de expressão e manifestação.

“O ministro Alexandre de Moraes se utiliza do Poder Judiciário para conduzir um processo de vingança pessoal. Ao não concordar com o que é dito, viola a liberdade de expressão e de manifestação asseguradas pela Constituição, determinando diligências e medidas abusivas, buscando incutir o medo, sem que tenha respaldo jurídico”, disse o advogado de Jefferson, na petição assinada pelo advogado.

Hoje, o Twitter e o Facebook suspenderam perfis de diversos investigados no inquérito das fake news, que corre no Supremo sob relatoria do ministro Alexandre de Moraes.

A suspensão atendeu a ordem expedida pelo ministro no final de maio. Mas só foi executada hoje, depois que Alexandre ameaçou as empresas de multa de R$ 20 mil para cada dia que desrespeitasse a ordem de bloqueio.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO