Rodrigo Maia contra as cautelares do Supremo

Além de o Senado endurecer seu discurso sobre as decisões do Supremo, Rodrigo Maia enviou a Edson Fachin uma manifestação escrita nesta quinta-feira.

Nela, o presidente da Câmara diz que a aplicação a parlamentares de medidas cautelares do Código de Processo Penal provocaria um quadro de “dupla inconstitucionalidade”.

“Afora o desarranjo do sistema constitucional de proteção do mandato eletivo popular, estamos diante de grave caso de desproporcionalidade entre medidas processuais instrumentais e o resultado final do processo que visam a assegurar”, escreveu Maia.

Câmara e Senado estão bastante empenhados em que o Supremo tome a decisão certa no caso de Aécio Neves.

26 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. E que tal, para que não haja mais briguinhas de comadres, em que todos saem sujinhos de batom, acabar com esta POUCA VERGONHA DE FORO PRIVILEGIADO e IMUNIDADE PARLAMENTAR?

  2. Enquanto o STF não mostrar coragem de pautar o julgamento da amplitude dada ao FORO PRIVILEGIADO vamos continuar assistindo a audácia e a desfaçatez dos corruptos no enfrentamento da CF e do STF, esse seu fraco guardião!

    1. Larápio é quem não obedece o parágrafo 2º do Art. 53 da Constituição! A que ponto chegamos? Chegamos ao ponto que qualquer “juisinho” entra naquele tribunal sem o mínimo saber jerídico e alguns trouxas ainda os apoiam, Vá estudae!!!!

    1. Eles (=antagolpistas) sabem, eles sabem .
      Mas usam a CF como cardápio de restaurante.
      Escolhem o que lhes apraz.

    1. Claro, MAV idiota… A culpa é da Globo, da imprensa golpista, do PT, dos comunistas, dos trombadinhas, do Cabral (esse já era mesmo… tb vai ser boi-de-piranha), do Antagonista, do terremoto na China, no cocô q os golfinhos fazem no mar e poluem os oceanos, mas nunca dessa ORCRIM q está no poder, mas só de quem deixa claro as manobras dela.

  3. Acho que eles agora querem acabar com as prerrogativas do STF. como diz o ditado quem muito se abaixa acaba mostrando as calcinhas. O supremo iniciou a discussão do fôro privilegiado depois recuou, manteve o Renan na presidência do senado depois de desobedecer a ordem judicial, não cassou os direitos políticos da impichada Dilma. Agora eles querem além de desobedecer a decisão aumentar suas prerrogativas para poder roubar sem quaisquer problemas enquanto conseguirem manter o mandato através de coligações com legendas compradas.

  4. Ou o congresso enfrenta o Supremo ou abaixam as calças para os bolivarianos… o STF brasileiro faz igualzinho a suprema corte venezuelana… só não faz mais porque a sociedade não deixa…

    1. Que ingenuidade pedir a quem tem poder para mudar o poder.
      Somente a força dos generais ira mudar esta situação ou a fúria do povo seguida pela força das armas.

  5. O precedente ocorreu quando Levandowhisky rasgou a Constituição diante de um Senado acovardado . Com aquele gesto , o ministro mediador do Impeachment da sequelada Iolanda mostrou total desprezo pela Carta Magna e pelos 81 fantoches daquela casa . Agora , aguenta o tranco ; tanto o STF como o Senado do Renan & cia , perderam a pouca credibilidade que lhes restava .

  6. Agora fazer as tramoias na calada da noite não é INCONSTITUCIONAL senhor presidente da Camara???? Mudar as Dez Medidas tb não???? Fazer o POVO de IDIOTA tb não???? Vcs não passam de um BANDO DE CORRUPTOS.

  7. Rodrigo Maia começa a se achar e logo o Supremo Tribunal Federal irá cortar-lhe as asinhas.

    Rodrigo Maia poderá ir para a cadeia muito mais rapidamente do que foi Eduardo Cunha.

    Que a Polícia Federal pegue esse vagabundo assim que ele se mexer.

  8. O Carlos Sardenberg lembrou que o Bill Clinton foi processado pela Monica Lewinski em primeira instância. Inclusive essa era um dos argumentos para o impeachment dele, de que teria mentido no julgado de primeira instância.
    .
    Lá não tem foro privilegiado para crimes comuns (assassinato, assédio, estupro, roubo).
    .
    Essa bagaceirice é cria do Ulysses Guimaraes e sua maldita Constituição. Transformaram o Brasil numa esculhambação.