“Rodrigo Maia já teve seu tempo à frente da Câmara”

Além de descartar Renan Calheiros, Flávio Bolsonaro descartou também Rodrigo Maia.

Entrevistado pela GloboNews, ele disse:

“Rodrigo Maia já teve seu tempo à frente da Câmara, e não conseguiu garantir quórum suficiente para a votação da reforma da Previdência.

Esses nomes precisam entender que estamos vivendo um novo momento. As urnas mostraram que a população quer mudanças. E tanto Renan quanto Maia não contemplam essa vontade.”

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Entenda AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 52 comentários
  1. Boa!!! O executivo tem que saber jogar com o apoio da população para fazer pressão em cima do legislativo e do judiciário que parecem insistir na continuidade da política do toma-lá-dá-cá.

  2. Concordo plenamente, na atual conjuntura, são dois políticos que não atendem mais os interesses do país e precisam ser impedidos de assumirem os cargos tanto no senado como na câmara.

  3. Não consigo imaginar como ainda falam em Renan. É algo tão estúpido quanto quem fala que o LuLLa foi preso sem provas, etc. etc. Só pode ser a tal ‘IMUNIZAÇÃO COGNITIVA’. Só pode ser.

  4. Belo discurso, mas não apresentem nomes “novos” de velhas raposas para a posição de presidência senado e câmara. Facilitem o nosso trabalho, pois iremos cercar o congresso para que algo mude aq

  5. Rodrigo Maia foi o candidato de O Antagonista à presidência durante a maracutaia derrotada de Janot. E o Bolsoboy 2 “esquece” que ele e seu papi foram contra a reforma da Previdência. Mas agora..