Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Rodrigo Maia, novidades sobre o projeto dos supersalários?

Rodrigo Maia, novidades sobre o projeto dos supersalários?
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Na semana passada, depois de adiar a votação do requerimento de urgência do projeto que tenta acabar com os salários acima do teto constitucional no funcionalismo público, Rodrigo Maia disse que “em breve” resolveria a questão.

Nós vamos cobrar.

O adiamento, como registramos, veio depois que entidades do Ministério Público e associações de magistrados dos estados, por exemplo, entraram em campo.

“O bicho começou a pegar, depois que, na reunião de líderes, chegou-se ao consenso de que este momento [pandemia do novo coronavírus] seria o ideal para votar a proposta. Aí vieram com uma história de que a votação poderia ficar para agosto. Na verdade, aí ficaria para as calendas. Ao que tudo indica, ainda teremos eleições municipais. Depois, Rodrigo Maia terminará seu mandato. Se não votar agora, não vai votar nunca mais”, comentou com O Antagonista o deputado Rubens Bueno (Cidadania), relator da matéria, que, aliás, tramita no Congresso desde 2016 — são quatro anos.

Nossa reportagem apurou que ministros de tribunais superiores, como Gilmar Mendes (STF) e João Otávio de Noronha (STJ), já sinalizaram que são favoráveis à proposta. A maior resistência parte de setores do Ministério Público e de juízes estaduais.

Rodrigo Maia prometeu agir com o máximo de brevidade possível, promovendo uma reunião entre o deputado relator, Dias Toffoli e Augusto Aras.

Até agora, nada.

Enviamos uma mensagem para o presidente da Câmara, mas ele ainda não respondeu. Maia tem dito que é favorável à matéria.

Leia também: Leia Crusoé e O Antagonista+ por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO