ACESSE

Rodrigo Maia sugere que Gilmar Mendes foi mal interpretado ao falar do Exército

Telegram

Em coletiva, Rodrigo Maia sugeriu que o ministro Gilmar Mendes, do STF, foi mal interpretado ao dizer que o Exército está se associando a um genocídio.

“Acho que ele quis dizer uma coisa e estão atacando por outra coisa.”

Para Maia, Gilmar demonstrou preocupação com o desgaste da imagem das Forças Armadas ao ter um general como ministro da Saúde em meio à pandemia da Covid-19.

O presidente da Câmara avaliou que o ministro “usou palavras duras”, mas defendeu que “a gente tem que tentar abaixar a temperatura”.

“Compreendo, claro, a reação das Forças Armadas, mas acho que ele quis dizer mais sobre uma preocupação com a imagem do que uma crítica, um ataque às Forças Armadas.”

Maia acrescentou que “esse enfrentamento não é bom para as Forças Armadas e para o STF”. O deputado ainda elogiou o ministro, dizendo que “ele tem atuado de forma independente e com boas decisões nos últimos anos”.

“Eu prefiro que a gente não amplie a polêmica. Se não colocar mais lenha na fogueira, a gente consegue tirar esse assunto da frente”.

Leia mais: Gilmar Mendes x militares: conheça os bastidores do caso aqui.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 70 comentários