Maia volta a prometer que votará PEC da prisão na 2ª instância ainda em 2020

Por telefone, Rodrigo Maia prometeu há pouco ao deputado José Nelto (Podemos) que a Câmara vai votar ainda neste ano a PEC da prisão em segunda instância.

“Ele me deu a palavra dele, disse que não vamos encerrar o ano sem votar esse tema. Ele me garantiu, me deu a palavra dele e eu acredito”, disse Nelto a O Antagonista.

O presidente da Câmara havia feito essa promessa, pela primeira vez, em entrevista na semana passada a Claudio Dantas, no programa Gabinete de Crise.

Nelto acrescentou que, segundo Maia, “falta um acordo” para retomar o trabalho nas comissões, incluindo a que trata da PEC em questão.

“O Congresso vai entrar em pé de guerra se não votar isso este ano. A sociedade não aceita mais esperar. Você está vendo aí a repercussão sobre a soltura do André do Rap?”, perguntou o deputado.

Nelto aproveitou para se queixar de Jair Bolsonaro, pelo fato de o presidente não ter vetado o trecho que prevê a revisão da prisão preventiva a cada 30 dias, o que acabou resultando na soltura do traficante.

“O presidente tinha que ter vetado. Agora cabe ao Congresso pacificar esse assunto, aprovando a prisão em segunda instância.”

Leia mais: Marco Aurélio e o caso André do Rap: como a lei (e a mais alta corte do país) pode ser usada para libertar um criminoso considerado perigoso?
Mais lidas
  1. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  2. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

  3. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  4. Huck 2026?

  5. Associação de indústrias confirma negociação para importar vacinas

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 28 comentários
TOPO