ACESSE

Rompido com os Calheiros, cacique do PDT tentará a Prefeitura de Maceió

Telegram

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirmou a O Antagonista que o partido vai lançar Ronaldo Lessa candidato à Prefeitura de Maceió neste ano.

Lessa tem 70 anos e já passou pelo MDB e pelo PSB antes de se filiar, em 2005, ao partido brizolista. Foi vereador e prefeito de Maceió, deputado estadual, deputado federal e governador de Alagoas duas vezes.

Em 2018, ele não conseguiu se eleger para mais quatro anos na Câmara dos Deputados. Mas logo conseguiu o cargo de secretário de Agricultura no governo de Renan Filho (MDB). Três meses depois, porém, rompeu com a família Calheiros e deixou o cargo.

Lessa foi investigado nas operações Gabiru e Navalha — em ambas, acabou inocentado em instância recursal. Por acusações de improbidade administrativa e calúnia eleitoral, não escapou de condenações.

Em recentes pesquisas, o pedetista, que comanda a legenda no estado, aparece bem pontuado, ao lado do deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB), também confirmado na disputa — leia mais aqui.

A candidatura de Lessa — primo do deputado federal Maurício Quintella (PL), ministro dos Transportes de Michel Temer — tem o apoio de Ciro Gomes, que pretende contar com palanque em Maceió caso tente, de novo, chegar ao Planalto em 2022. O atual prefeito da capital alagoana, Rui Palmeira (PSDB), finalizando seu segundo mandato, não descarta a possibilidade de apoiar Lessa.

Duas investigações em andamento podem tirar Renan Calheiros da zona de conforto. CONFIRA

Comentários

  • Marcelo -

    Sempre os mesmos LADRÕES...

  • Claudio -

    O Brasil ,sem dúvida, tem o MAIOR acervo de políticos comprometidos com a desordem, desrespeito , maracutaia , desmando, e um ódio latente pelo pobre. Eles se sucedem como ratazanas no esgoto.

  • Gilberto -

    Nas ALAGOAS falta o POVO acordar, o PODER é sempre do POVO, e se não serve a ele. é ROÇA!!!!SEM voto, SEM poder. }Acorda Brasil, seu VOTO, SEU poder!!!!!!

Ler 7 comentários