Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Rondônia: Eleições com condenados e réus?

Em Rondônia, quem tem liderado as pesquisas ao governo é Ivo Cassol (PP), condenado pelo STF por fraudes a licitações quando foi prefeito de Rolim de Moura — o TSE terá de dar a  palavra final sobre sua inelegibilidade.

Outro senador condenado pelo STF que aparece na disputa é Acir Gurgacz (PDT), que também aguarda votação de perda de mandato.

O PSDB no estado precisa decidir se lançará a deputada federal Mariana Carvalho ou Expedito Júnior — a tendência é fechar com o ex-senador.

Também podem entrar na briga o atual governador, Daniel Pereira (PSB) — que assumiu em abril deste ano –, e o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB).

Na corrida ao Senado, o réu no STF por corrupção Valdir Raupp (MDB) tentará a reeleição.

Confúcio Moura (MDB), que deixou o governo para concorrer a uma das duas vagas, tem se destacado em pesquisas — sua candidatura ainda não é certa. O PT lançou a ex-senadora Fátima Cleide. O PSB vai com o ex-deputado Jesualdo Pires.

O deputado federal Marcos Rogério (DEM) confirmou que buscará um salto para o Senado, apoiado por Geraldo Alckmin. Ainda correm por fora o pastor Castelo Branco (PHS) e o também pastor Aluízio Vidal (Rede).

Os 8 deputados federais de Rondônia — incluindo Marinha Raupp, mulher de Valdir — pretendem concorrer em outubro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO