Rosa Weber mantém preso acusado de ocultar provas no caso Marielle

Rosa Weber mantém preso acusado de ocultar provas no caso Marielle
Foto: Nelson Jr./STF

Rosa Weber rejeitou hoje um habeas corpus de José Márcio Mantovano, acusado de ocultar provas do assassinato de Marielle Franco, em 2018.

Segundo as investigações, momentos antes de uma busca e apreensão num imóvel alugado pelo policial reformado Ronnie Lessa, denunciado como um dos executores do assassinato, José Márcio e comparsas esvaziaram o local e jogaram no mar caixas com armas de fogo, inclusive a que teria sido usada para atirar em Marielle.

A defesa alegou excesso de prazo na prisão preventiva, decretada em outubro de 2019.

Rosa Weber negou o pedido por razões processuais: disse que a análise do caso ainda não foi concluída no STJ.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO