Rosa Weber pede vista e suspende julgamento sobre trabalho intermitente

Rosa Weber pede vista e suspende julgamento sobre trabalho intermitente
Foto: Caros Moura/STF

Rosa Weber pediu vista e suspendeu o julgamento no STF sobre a constitucionalidade do trabalho intermitente, aprovado em 2017 na reforma trabalhista.

Ela disse que já tem um “longo voto escrito”, mas que vai analisar melhor o assunto após ouvir as sustentações orais das partes.

Oriunda do TST, a ministra citou estudo do Dieese, publicado em janeiro, que critica a nova modalidade, com o argumento de que ela gera “pouco ou nenhum trabalho e renda”.

Até o momento, o placar está 2 a 1: Kassio Marques e Alexandre de Moraes votaram a favor da jornada flexível e Edson Fachin, o relator, contra.

Não há data para retomada do julgamento.

Leia mais: Confira um resumo das principais matérias da edição passada e entenda por que você não pode ficar de fora das próximas.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO