Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Rose de Freitas nega acusações de corrupção e diz que não sabe o motivo da operação da PF

Senadora também disse ter sido surpreendida pelas prisões de seu irmão e de seu assessor, ambas realizadas no Espírito Santo
Rose de Freitas nega acusações de corrupção e diz que não sabe o motivo da operação da PF
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Rose de Freitas (MDB-ES) negou as acusações de corrupção que motivaram operação da Polícia Federal nesta quarta-feira. Disse ainda que não sabe o motivo da decisão de Nunes Marques, que concedeu mandado de busca e apreensão contra ela e de prisão contra seu irmão e seu assessor.

A senadora é investigada na Operação Corsários, que apura fraudes de pelo menos R$ 9 milhões em licitações na Companhia de Docas do Espírito Santo (Codesa) entre 2015 e 2018.

Segundo a PF, houve pagamento de propinas a funcionários da Codesa na locação de veículos. O grupo teria lavado dinheiro por meio de escritório de advocacia e compra de imóveis de luxo.

São investigados crimes de concussão, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa, fraude a licitações e lavagem de dinheiro.

“Confio no reestabelecimento da verdade e na apuração das possíveis motivações que ensejaram tamanha agressão. Identifico claramente uma tentativa de desabonar minha honra e dignidade. Não cederei a pressões de qualquer natureza, venham de onde vierem. Providências legais cabíveis estão sendo tomadas para que os fatos sejam devidamente esclarecidos e apurados”, disse a senadora em nota.

Leia a íntegra da nota:

“NOTA OFICIAL DA SENADORA ROSE DE FREITAS 

Fui surpreendida hoje, às 9h, pelo mandado de busca e apreensão expedido pelo ministro Nunes Marques, do STF, no meu apartamento funcional onde resido, em Brasília. Desconheço, até o momento, as razões do mandado e reafirmo não ter cometido qualquer ato ilícito ao longo dos oito mandatos exercidos na vida pública.

Fui igualmente surpreendida pelas prisões de meu irmão e de meu assessor, realizadas no estado do Espírito Santo. Confio no reestabelecimento da verdade e na apuração das possíveis motivações que ensejaram tamanha agressão. Identifico claramente uma tentativa de desabonar minha honra e dignidade.

Não cederei a pressões de qualquer natureza, venham de onde vierem. Providências legais cabíveis estão sendo tomadas para que os fatos sejam devidamente esclarecidos e apurados. Sempre exerci com coragem, ética e dedicado trabalho os mandatos que honradamente recebi do povo do Espírito Santo.

Todos os demais esclarecimentos serão prestados pelos nossos advogados, que se pronunciarão oportunamente.
 
Rose de Freitas Senadora da República”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO