Rui Falcão, intempestivo e covarde

Não íamos falar aqui da nota do PT sobre a prisão de Delcídio Amaral, mas Rui Falcão está sendo massacrado por todos no Senado. Renan Calheiros disse que a nota de Falcão é “intempestiva e covarde”.

Omar Aziz, do PSD, acusou o presidente do PT de ser covarde ao abandonar Delcídio na primeira oportunidade, enquanto mantém solidariedade a condenados, como José Dirceu e João Vaccari Neto. Até Humberto Costa, do PT, disse que a nota não representa a posição da bancada.

Falcão, mais cedo, disse que “nenhuma das tratativas atribuídas ao senador têm qualquer relação com a atividade partidária, seja como parlamentar ou como simples filiado” e que, por isso mesmo, “o PT não se julga obrigado a qualquer gesto de solidariedade”.

Faça o primeiro comentário