A ruína do MDB do Rio

A ruína da gestão do MDB no Rio e os escândalos de corrupção levaram 7 dos 10 emedebistas do estado a buscarem um novo partido, registra a Folha.

“Só restaram o ex-ministro do Esporte Leonardo Picciani — filho de Jorge Picciani, que está em prisão domiciliar —, Marco Antônio Cabral —filho do ex-governador Sérgio Cabral, preso desde o final de 2016 — e Celso Jacob, que cumpre pena no presídio da Papuda, em Brasília.

O líder da bancada do partido na Câmara, Baleia Rossi (SP), diz que todas as defecções tiveram motivações locais, sem relação com Temer.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 17 comentários
  1. Uma técnica dos ladrões comuns é andar com uma camisa extra, aí assalta, entra no beco, troca rapidamente a camisa e confunde a vítima e a policia. Esse pessoal do MDB aprendeu rápido, já começou a troca de camisas.

  2. No Rio: PMDB = PT.
    O que faltam sao candidatos decentes.
    Os problemas q se acumularam sao imensos: tráfico de drogas, delinquência a mil, falta de trabalho, favelizacao de grande parte da populacao.
    Quem se atreveria a mexer neste vespeiro?

  3. “O líder da bancada do partido na Câmara, Baleia Rossi (SP), diz que todas as defecções tiveram motivações locais, sem relação com Temer.””
    .
    A ORDEM É BLINDAR TEMER (E SEU APOIO), VIU??