Ruralista de Bolsonaro diz que Ciro é “adesista” e chama Kátia Abreu de “traidora”

Frederico D’Ávila, um dos coordenadores da campanha de Jair Bolsonaro para o Agronegócio, rebateu as críticas de Ciro Gomes, que chamou a CNA de “fascista”.

“Ciro nunca justificou seu início de carreira na Arena, PDS, depois PFL, PSDB, PPS e PSB. Há alguma dúvida que ele é um legítimo adesista? Para não perder a prática, aderiu ao que existe de pior no Agronegócio: a traidora e carreirista Kátia Abreu. Aliás, ele não foi à CNA, não em respeito à ela, mas por que não tem proposta decente para o setor. Se fosse, passaria vergonha.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Só quem trabalha a terra nesse país sabe quanto sofre o produtor rural, trazendo a economia nas costas, respondendo por mais de 50% das exportações. E vem um velhaco como o Ciro Gomes falar o quê

Ler mais 52 comentários
  1. Só quem trabalha a terra nesse país sabe quanto sofre o produtor rural, trazendo a economia nas costas, respondendo por mais de 50% das exportações. E vem um velhaco como o Ciro Gomes falar o quê

  2. Kátia Abreu=Ana Amélia =carreiristas. Duas pessoas que já admirei, mas, que, em tempo, mostraram o que são, não lhes sendo possível esconder a sua verdadeira CARA. Mostraram a cara ( Casusa).

  3. Faltou o PROS na coleção de partidos.Esse cara parece o Kassab,não é de centro,muito menos de direita e muito pelo contrário de esquerda.É adesista.Kátia Abreu perdeu o rumo,depois da Dilma.

    1. Fernando, você é burrinho! Não houve nada de esquerdista na revolução de 64. Fascismo e nazismo são ramos esquerdistas. Na verdade, derivam de movimentos de origem Iluminista.

    2. A ditadura de Vargas foi a que mais reprimiu e matou. Muito mais que a de 1964. Inclusive foi Vargas que entregou a comunista Olga Prestes aos nazistas.

    3. Você agora demonstrou ser inteiramente ignorante acerca do fascismo. O trabalhismo brasileiro é inspirado no fascismo italiano. A CLT é fascista, o imposto sindical, o salário-mínimo, etc. Estude

    4. Errado, Antonio. O que houve de mais fascista no Brasil foi a ditadura militar de 1964. Naquela época, se eu escrevesse o que aqui escrevo, seria preso e torturado. Pelo crime de ter opinião.

    1. O GOVERNO MILITAR foi o melhor que aconteceu ao nosso país…Foram os militares que construiram as últimas obras de infra estrutura que até hoje sevem ao Brasil. Evitaram q os comuns imitassem Cuba

  4. Chegou a hora: Vamos triplicar os votos para Bolsonaro. Você que apóia o MITO consiga três votos ou mais. Vamos elegê-lo no1º turno. Espalhe essa idéia. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos

  5. Por isso eu gostho muitho dos aliados de Bolsonaro. Sempre tem uma resposta na ponta da língua! A equipe dele é incrível! Dpois dessa, Ciro deveria fingir uma diarreia e ausentar-se para sempre.

  6. Estatística é Estatística!!! Nas minhas pesquisas nas redes sociais,Bolsonaro ultrapassa os 70%; na www.urnadigital.com, Bolsonaro aproxima-se de 69%! Confire, www.urnadigital.com!!! Primeiríssimo

    1. A um tempo atrás, o Frederico disse que o Alkmin não iria adiante, pois, queria agradar a todos e, assim, não agradava a ninguém. Na mosca!”

  7. O Brasil convoca a todos brasileiros a comparecerem às urnas, no próximo dia 07 de outubro, afim de tomarem a primeira e última dose da vacina Bolsonariana, afim de extirpar a propagação do Lulav

    1. Já fui vacinado mesmo antes de saber da existência de Bolsonaro. Ele aglutina a preferência de todos que querem candidatos honestos e dispostos a extirpar os comunistas do poder

  8. O Brasil convoca a todos brasileiros a comparecerem às urnas, no próximo dia 07 de outubro, afim de tomarem a primeira e última dose da vacina Bolsonariana, afim de extirpar a propagação de Lula

  9. O Brasil convoca a todos brasileiros a comparecerem às urnas, no próximo dia 07 de outubro, afim de tomarem a primeira e última dose da vacina Bolsonariana, afim de extirpar o contágio de Lulavir

  10. Jair Bolsonaro é independente desde 91. O máximo que fez foi escolher quem julgou ser o menos pior, em 2002. Mas detonava Genoino e o pt, em 2000, e protestava contra Dirceu e Lula, em 2005.