Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ruy Goiaba: A nova turnê dos Românticos de Cuba

Em texto para a Crusoé, colunista fala do irresistível fetiche da esquerda brasileira pela ditadura cubana, que voltou a vir à tona depois dos recentes protestos no país
Ruy Goiaba: A nova turnê dos Românticos de Cuba
Foto: josepaulomv/Pixabay

Em sua coluna para a Crusoé que foi ao ar nesta sexta-feira (16), Ruy Goiaba fala do irresistível fetiche da esquerda brasileira pela ditadura cubana, que voltou a vir à tona depois da eclosão dos recentes protestos no país.

“Bastou explodirem os novos protestos em Havana e outras cidades para que petistas e assemelhados — que dizem odiar o autoritarismo de Jair Bolsonaro, mas não estão a fim de se mexer muito por seu impeachment — expressassem todo o seu amor por aquela ditadura de seis décadas. E, claro, usando aquela desculpa mais surrada e embolorada que uma apostila de cursinho dos anos 1980: a culpa é do embargo, e os manifestantes são fantoches dos americanos. Para Lula, Cuba seria uma Holanda se não fosse o bloqueio (e, veja bem, ele estava falando de IDH, não do consumo per capita de maconha). E Manuela D’Ávila, ex-candidata à Vice-Presidência, afirmou defender a liberdade “em todos os lugares do mundo, MAS…”. É como quem diz “não sou racista, MAS”: você já sabe que o que vem depois da adversativa é racismo. Ou defesa de ditaduras.”

LEIA AQUI a íntegra do texto na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo e o humorismo independentes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO