Ruy Goiaba: Anotações para um bestiário do Brasil

Ruy Goiaba: Anotações para um bestiário do Brasil
Ruy Goiaba/Crusoé

Em sua coluna na nova Crusoé, Ruy Goiaba propõe que se faça um bestiário do Brasil. “Trata-se daqueles catálogos [medievais] de animais reais e imaginários, produzidos por monges, que descreviam o aspecto dos bichos, os lugares em que viviam [e] o que comiam (geralmente, gente)”.

E sugere alguns personagens que poderiam constar da obra, entre eles Gleisi Hoffmann e Eduardo Pazuello. “A besta mais extraordinária desta brevíssima coleção —de modo algum completa— é o general que ocupa o Ministério da Saúde de um país com quase 180 mil mortos por Covid-19 e diz NÃO SABER se haverá demanda por vacinação enquanto todo o resto do mundo começa a se imunizar. É um grau de descolamento da realidade que fica até simpático no louquinho do bairro, mas vocês jamais confiariam no louquinho do bairro na hora de fazer um plano de vacinação para 210 milhões de habitantes.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo e o humorismo independentes.

Leia mais: Nenhuma outra publicação cobre o STF com a independência, o olhar crítico e as informações de bastidores da Crusoé
Mais notícias
TOPO