Ruy Goiaba: Nas garras da Gestapo Tabajara

Ruy Goiaba: Nas garras da Gestapo Tabajara
Ruy Goiaba/Crusoé

Em sua coluna na Crusoé que foi ao ar hoje, Ruy Goiaba fala da repercussão que o ridículo “mapa de influenciadores” contratado pelo governo federal, com uma lista de “detratores” e “favoráveis” a Paulo Guedes, obteve nas redes sociais.

“Nna bolha das redes, o tal mapa provocou algumas reações na linha ‘meu Deus, estou sendo perseguido por esse governo totalitário’ (deve ser uma delícia brincar de Resistência Francesa sem sair do sofá da sala) e outras de gente genuinamente chateada por não ser lembrada na lista dos “detratores”, como aquela influencer loira (‘como é que essa lista tosca desse governo pífio ousou me ignorar?’). O ego do pessoal quer validação, não importa mesmo de onde venha —até de um governo odiado. E ainda acha que Jair Bolsonaro, capaz de estragos em inúmeras áreas, tem tutano e capacidade técnica mínima para implantar um regime fascista real por aqui. Uma gestão em que o general chefe do Gabinete de Segurança Institucional expõe ELE MESMO, de moto próprio, seus dados pessoais na internet pode no máximo aspirar a uma Gestapo Tabajara: como sempre digo, às vezes é a esculhambação que salva o Brasil.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine Crusoé e apoie o jornalismo e o humorismo independentes.

Leia mais: Crusoé traz os bastidores da disputa de João Doria e Luciano Huck para a eleição de 2022
Mais notícias
TOPO