Ruy Goiaba: O bingo dos clichês da pandemia

Ruy Goiaba: O bingo dos clichês da pandemia
Foto: Reprodução

Em sua coluna na Crusoé desta semana, Ruy Goiaba faz uma breve lista dos piores lugares-comuns da quarentena, como o “novo normal”, as reportagens sobre “o amor nos tempos da pandemia”, a proliferação de lives e podcasts e a superprodução de pães caseiros.

“Não se trata apenas de a pandemia ter estimulado as pessoas a fazerem sua própria comida, com ou sem a ajuda dos livros da Rita Lobo, o que é belo e moral. O que aconteceu foi a criação de uma nova categoria: depois dos ‘pais (e mães) de pet’, os pais corujas de pão caseiro. E é claro que os padeiros da pandemia TÊM que exibir suas fornadas nas redes sociais: se você fez pão em casa e comeu sem publicar a foto no Instagram, ele evidentemente nunca existiu.

Lamento dizer a você, pai de pão: assim como seus filhos animais e humanos, seu pão caseiro é feio para caramba. E dou graças a Deus de não ter com você nenhuma relação de parentesco que me obrigue a experimentar.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; aproveite para assinar a Crusoé e apoiar o jornalismo independente.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais lidas
  1. Mensagens de WhatsApp revelam que militares bolsonaristas perderam a chance de comprar vacinas

  2. Parem de receitar a cloroquina Bolsonaro ao Brasil

  3. Fiocruz só deve ter vacina pronta em abril; governo vai importar mais 30 milhões de doses da Índia

  4. Mourão diz que Ernesto Araújo pode ser trocado

  5. Putin alerta para "luta de todos contra todos" se não houver cooperação

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários
TOPO