Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ruy Goiaba: Um país de palhaços

Na Crusoé, colunista fala da imitação de Bolsonaro por André Marinho; ao contrário do que ela sugere, são os políticos que invadem a seara dos humoristas
Ruy Goiaba: Um país de palhaços
Foto: josepaulomv/Pixabay

Em sua coluna para a Crusoé desta semana, Ruy Goiaba fala da imitação de Jair Bolsonaro feita por André Marinho em jantar com Michel Temer e argumenta que, ao contrário do que ela sugere, os políticos brasileiros é que estão invadindo o espaço dos humoristas.

“Reportagem do site Metrópoles traz um vídeo em que Fábio Faria, ministro das Comunicações e genro de Silvio Santos, imita o sogrão para fazer piada com o dólar. (…) O problema é que, no Bananão, a política não se limita a isso; pelo contrário, empenha-se numa concorrência deslealíssima com os humoristas profissionais. O presidente não imita ninguém — faltam a ele talento e neurônios para a tarefa —, mas o que são as aparições dele diante dos “apoiadores” no Alvorada se não o stand-up do Bolsonaro, com claque fiel e tudo? Ele até já levou um palhaço profissional, o Carioca do Pânico, para responder a perguntas desagradáveis de jornalistas sobre o PIB. Outro palhaço por profissão, Tiririca, já foi o deputado federal mais votado do Brasil: naquela época (2010), o Bananão quis variar um pouquinho, mas depois seguiu elegendo palhaços amadores.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo e o humorismo independentes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO