Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ruy Goiaba: Vamos queimar o Cristo Redentor?

Em seu texto para a Crusoé, colunista critica a ideia estúpida de que queimar uma estátua como a de Borba Gato serve para 'provocar discussão na sociedade'
Ruy Goiaba: Vamos queimar o Cristo Redentor?
Foto: josepaulomv/Pixabay

Em sua coluna para a Crusoé que foi ao ar nesta sexta (30), Ruy Goiaba critica a ideia estúpida de que queimar uma estátua como a de Borba Gato serve para “provocar uma discussão na sociedade” — e prevê que o vandalismo da esquerda será retaliado pelo da direita, como parece ter ocorrido hoje com homenagens a Carlos Marighella e Marielle Franco.

“Borba Gato é um alvo fácil, o que só denota a covardia dos, ahn, revolucionários que o atacaram. É um monumento horroroso, motivo de escárnio há décadas, que provavelmente seria retirado de Santo Amaro e escondido num galpão para todo o sempre se fizessem um plebiscito para decidir. O que nos impede de queimar o Cristo Redentor, esse símbolo da opressão católica e branca sobre os povos originários do Brasil? Por que não também, pelo mesmo motivo, as igrejas de Salvador, Ouro Preto e Olinda? E os museus, esse recorte da história quase invariavelmente feito pelos opressores? (…)

Existe um motivo para que as leis punam quem vandaliza monumentos, e não se trata de corroborar a “história como é contada pelos opressores” — trata-se também, como lembrou um amigo da área do direito, de proteger minorias. A lei evita, por exemplo, que uma homenagem a Zumbi dos Palmares seja destruída sob o argumento de que ele tinha escravos. (…) Se for liberado queimar “monumentos ofensivos”, me parece pouco provável que a Revolução Periférica e seus groupies ganhem essa num lugar em que um direitista é eleito com 57 milhões de votos: algo me diz que não sobrará uma estatuinha de Zumbi e Marighella, ou mesmo aquela de Carlos Drummond de Andrade sentado num banco de Copacabana, para contar a história.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo e o humorismo independentes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO