Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Saiba como votaram os deputados na Comissão do Voto Impresso

Proposta bolsonarista foi derrotada por 23 votos a 11
Saiba como votaram os deputados na Comissão do Voto Impresso
Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

A Comissão do Voto Impresso na Câmara rejeitou na noite desta quinta (5), por 23 votos a 11, a proposta bolsonarista para retomar a contagem manual dos votos.

Saiba como votaram os deputados.

Votaram SIM – a favor do voto impresso contado manualmente pelos mesários:

Aroldo Martins (Republicanos-PR)
Bia Kicis (PSL-DF) – (autora da PEC)
Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
Evair de Melo (PP-ES)
Filipe Barros (PSL-PR) – (relator da PEC)
Guilherme Derrite (PP-SP)
José Medeiros (Podemos-MT)
Marco Feliciano (Republicanos-SP)
Paulo Bengtson (PTB-PA)
Paulo Martins (PSC-PR) – (presidente da comissão)
Pinheirinho (PP-MG)

Votaram NÃO – contra o voto impresso contado manualmente pelos mesários:

Aliel Machado (PSB-PR)
Arlindo Chinaglia (PT-SP)
Bosco Saraiva (Solidariedade-AM)
Carlos Veras (PT-PE)
Edilázio Júnior (PSD-MA)
Fernanda Melchionna (PSOL-RS)
Fábio Trad (PSD-MS)
Geninho Zuliani (DEM-SP)
Israel Batista (PV-DF)
Júnior Mano (PL-CE) – (designado relator do futuro parecer vencedor)
Kim Kataguiri (DEM-SP)
Marcio Alvino (PL-SP)
Marreca Filho (Patriota-MA)
Milton Coelho (PSB-PE)
Odair Cunha (PT-MG)
Orlando Silva (PCdoB-SP)
Paulo Ganime (NOVO-RJ)
Paulo Ramos (PDT-RJ)
Perpétua Almeida (PCdoB-AC)
Raul Henry (MDB-PE)
Rodrigo Maia (Sem partido-RJ)
Tereza Nelma (PSDB-AL)
Valtenir Pereira (MDB-MT)

Leia mais:

Comissão derruba proposta bolsonarista de voto impresso contado pelos mesários

Proposta de Barros retoma contagem manual dos votos, esvazia TSE e tem atalho para valer em 2022

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO