ACESSE

"Saída de Moro é parte integral da transação com o Centrão"

Telegram

“A opção pelo governo de coalizão após 16 meses ocorre quando Jair Bolsonaro embarca em um ‘modo sobrevivência’: tem caráter defensivo e volta-se para a criação de um escudo legislativo”, diz Marcus Melo.

“Reflete a súbita vulnerabilidade criada pela pandemia, que criou uma lente de aumento sobre o desempenho aberrante do presidente.

O processo de investigação do clã familiar do qual resultou a saída de Moro também importa. Afinal afastá-lo é parte integral da transação: o centrão não se volta apenas para o rent seeking mas busca também seu próprio escudo legislativo.”

Leia mais: A receita lulista seguida à risca por Bolsonaro. Clique para ler na ÍNTEGRA

Comentários

  • Edelson -

    A PALAVRA VELHA POLÍTICA, SUMUIU DO VOCABULÁRIO BOLSONARISTA?

  • Elmo -

    MORO PRESIDENTE.

  • Pedro -

    Moro saiu, o André Mendonça entrou no Ministério da Justiça a PF foi atrás do Serra!! Marcus VTNC. Chuupa pêtêbosta!! O MITO precisou fazer acordo pra SALVAR o Brasil! Marcus isentopetralha estrume!!

Ler 41 comentários