Salles afirmou que Covid-19 era oportunidade para 'ir passando a boiada'

Telegram

Em sua intervenção na reunião ministerial de 22 de abril, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que era preciso aproveitar a “atenção da imprensa (…) voltada quase exclusivamente pro Covid”.

“A oportunidade que nós temos, que a imprensa (…) tá nos dando um pouco de alívio nos outros temas, é passar as reformas infralegais de desregulamentação, simplificação, todas as reformas que o mundo inteiro, nessas viagens [a] que se referiu o Onyx [Lorenzoni], certamente cobrou dele.”

Salles prosseguiu: “Nesse aspecto eu acho que o Meio Ambiente é o mais difícil, de passar qualquer mudança infralegal em termos de (…) instrução normativa e portaria, porque tudo que a gente faz é pau no Judiciário no dia seguinte”.

“Precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de Covid, e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas”, acrescentou o ministro.

“E deixar a AGU –o André [Mendonça, então advogado-geral da União] não tá aí, né? E deixar a AGU de stand-by pra cada pau que tiver. Porque vai ter.”

Comentários

  • egidio -

    E o que isso tem a ver com o inquérito de interferência na PF ?

  • Luís -

    Ué? Ninguém fez isso antes?? Ele está certo pois todos ficam em cima só criticando e não deixando a coisa andar....Passa a boiada, ministro!!

  • Indignada!! -

Ler 26 comentários