ACESSE

Salles: "Estamos muito abaixo do recorde de desmatamento"

Telegram

Em entrevista à Jovem Pan, Ricardo Salles disse que os números divulgados ontem pelo Inpe ficaram “muito aquém do esperado” e não representam um recorde no índice de desmatamento na floresta amazônica.

“Primeiro, é preciso colocar os números no seu devido lugar. Nós estamos muito abaixo do recorde de desmatamento, ao contrário do que saiu em alguns meios de comunicação. O recorde de desmatamento é de 28 mil km2, e agora estamos falando de 9,7 mil km2, portanto é praticamente um terço do que foi o recorde de desmatamento. Em segundo lugar, o aumento do desmatamento que nós estamos verificando vem, na verdade, de 2012 em diante”, disse o ministro do Meio Ambiente.

Em relação ao aumento de 29,5% no desmatamento no período de 12 meses encerrado em julho, Salles afirmou:

“Muitas das manchetes sensacionalistas ao longo dos últimos meses diziam que o desmatamento havia aumentado 300%, 270%, 88%. Muito bem, o número é 29%, não é 300%, não é 270%, não é 88%. É 29%. Estamos contentes com 29%? Não, não estamos, nós somos contra as atividades ilegais, este é um governo da tolerância zero com a criminalidade, inclusive contra a criminalidade que está lá na floresta.”

MST, MTST... os parceiros de Lula para inflamar as ruas do Brasil. Leia aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 58 comentários