SANTO ITALIANO

A Lava Jato obteve uma troca de mensagens em que o político italiano Donato Di Santo pede a Branislav Kontic ajuda de Antonio Palocci para conseguir um encontro com João Ferraz, então presidente da Sete Brasil.

Ex-assessor de Massimo D’Alema, amigo de Lula, Santo faz lobby para a empresa National Ports, da Austrália. “O propósito é apresentar um projecto totalmente innovativo em tema de pre-sal”, explica.

Na planilha da Odebrecht aparece um “Santo”. Será o mesmo?