Santos Cruz condena fanatismos de esquerda e direita

O general Santos Cruz, ministro-chefe da Secretaria de Governo, deu entrevista a O Globo.

Ele disse que o governo “está entre a cruz e a espada” no caso dos caminhoneiros.

Santos Cruz também disse que “a ideologia de esquerda foi um câncer no Brasil da maneira como foi feita. O problema é o extremismo, é o fanatismo. Quando você fanatiza perde qualquer capacidade de análise. O problema não é ter gente de direita, gente de esquerda. A filosofia e ideias você pode discutir, o que eu condeno é o fanatismo, seja ele de um lado, seja ele do outro”.

A ala mais ideológica do governo só pode mesmo odiar os militares.

Comentários

  • Presidente-XVII -

    O capitão não teme ser politicamente incorreto, nem teme desagradar mentirosos, hipócritas, e raposas do sistema político, midiático.

  • Presidente-XVII -

    Por isso detestam Mourão, Santos Cruz. Mas detestam mais ainda Jair Bolsonaro, pois ao contrário desses generais, o capitão sabe travar o embate ideológico. Tem 28 anos de congresso, afinal!

  • Presidente-XVII -

    Não fique surpreso, Mario. A mídia mainstream detesta conservadores e cristãos. E detestam mais ainda militares que não tem medo de se expor defendendo esses valores pilares da sociedade.

Ler 172 comentários