ACESSE

Santos Cruz: "Nosso elemento moderador é a Constituição, e não as Forças Armadas"

Telegram

O general Santos Cruz afirmou que o verdadeiro poder “moderador” do país não são as Forças Armadas, mas a Constituição.

“Essa interpretação de que Forças Armadas são um poder moderador é completamente equivocada. O nosso elemento moderador é a Constituição federal, não são as Forças Armadas. Essa interpretação é extremamente perigosa, porque ela dá margem até a derivações e interpretações por conveniência”, disse o ex-ministro em entrevista ao Globo.

“Então, eu não acho conveniente e acho equivocado esse tipo de interpretação. Causa confusão. A harmonia dos Poderes é uma obrigação da Constituição. A população quer segurança, que assistir as ações do governo com tranquilidade e não com esse tipo de possibilidade de interpretação. A harmonia entre os Poderes não tem nada a ver com Forças Armadas, ela deve partir da boa vontade.”

Santos Cruz reconheceu que a forte presença de militares em cargos de comando no primeiro escalão do governo gera “confusão”, principalmente na forma como a população interpreta essa possível influência das Forças Armadas no Executivo.

“Sem dúvida, pelo número de pessoas e pelas atitudes isso pode confundir e existe essa confusão. É preciso desmanchar isso. Essa confusão de imagem institucional com assuntos de governo”, afirmou.

Leia também: A 'insólita ameaça' de Bolsonaro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 56 comentários