ACESSE

Santos Cruz: "O governo se perdeu pelo fanatismo descabido"

Telegram

Em outro trecho da entrevista a O Antagonista, o general Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria Geral, diz que o projeto de governo de Jair Bolsonaro desvirtuou-se pelo “fanatismo descabido”.

Para ele, não há estratégia no conflito permanente. “Talvez seja mais por personalidade, por inconsequência, do que por estratégia. Não acredito que seja tudo pensando. Você não consegue brigar todo dia, toda semana, de maneira pensada. Não é possível.”

Santos Cruz afirma que há problemas em todos os Poderes, mas “não adianta ficar xingando”.

“Estamos numa briga permanente, sem sugestões de melhoria de funcionamento. A discussão tem que ter outro nível. Estamos num nível muito baixo de relacionamento. Isso quando não entra o pessoal ideológico com um monte de palavrão, fake news, montagens. O desrespeito chegou num ponto…”

Ao analisar sua participação no governo, o general diz que foi para auxiliar num projeto que “começou a se desvirtuar e se perdeu, principalmente pelo fanatismo descabido”.

“Um grupo de fanáticos. Pessoas que estão satisfazendo seu fanatismo. E o estilo do presidente acaba entusiasmando esse tipo de personalidade e aí você tem esse clima de divisão social, de conflito. Não estou arrependido, pois na época ele era a melhor opção. Mas claro que não estou satisfeito. Em primeiro lugar, um governante tem que promover a paz social. Essa divisão criada pelo PT tinha que ser atenuada e não reforçada.”

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

  • TANIA -

    Inteligente, íntegro, sensato. Destoava demais da boçalidade de Bozo e Cia.

  • Remi -

    Esse é outro que conspirou no governo, levou um pé na bunda, tá se achando o máximo.

  • Silvio -

    Santos Cruz Credo só tem espaço para falar asneiras no Antas e continua no anonimato

Ler 41 comentários