Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

300 de tornozeleira

Alexandre de Moraes autorizou hoje a soltura de Sara ‘Winter’ Giromini e de outros cinco integrantes do 300 do Brasil. O ministro, no entanto, determinou que eles sejam monitorados com tornozeleiras eletrônicas. Eles também estão proibidos de se falar.

Venceu hoje o prazo de cinco dias da segunda prisão temporária de Sara e de Emerson Rui Barros dos Santos, Érica Vianna de Souza, Renan de Morais Souza e Arthur Castro.

O militante Daniel Miguel, preso ontem e suspeito de financiar os acampamentos, também foi solto e também usará tornozeleira.

O pedido de monitoramento de todos eles foi apresentado pela Polícia Federal, que apontou risco às investigações e de cometimento de novos crimes. A PGR concordou.

“Verifico estar demonstrado o risco à investigação e a necessidade de restrição à atuação dos integrantes do grupo com relação aos fatos aqui investigados; considerando, todavia, a gravidade e reprovabilidade das condutas até agora a eles atribuídas, entendo ser suficiente para a garantia da ordem pública e a regularidade da instrução criminal, a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão, inclusive com a utilização de monitoração eletrônica”, decidiu o ministro.

A defesa de Sara informou que vai recorrer da decisão que impôs o uso da tornozeleira.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO