Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Beneficiária do coronavoucher, Sara Winter diz que foi vítima de fraude

O governo autorizou a bolsonarista Sara Winter a receber o auxílio emergencial de R$ 600 para enfrentar a pandemia de Covid-19. A defesa, no entanto, disse que Sara foi vítima de fraude e já registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Brasília.

De acordo com os advogados da bolsonarista, o número do CPF dela foi divulgado em redes sociais pelo grupo de hackers conhecido como Anonymous.

No BO, Sara disse que descobriu a fraude por meio do Twitter da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), que divulgou o pagamento do auxílio no fim do mês passado. Ela disse também que vai devolver o valor, recebido em julho.

A Caixa Econômica Federal informou a defesa de Sara que foi aberta uma conta com o CPF dela e o valor foi depositado, mas não sacado.

Sara é investigada pelo Supremo Tribunal Federal nos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos. Hoje, está em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO