Saraiva sobre Salles: 'não é todo dia' que um ministro defende infratores ambientais

Saraiva sobre Salles: não é todo dia que um ministro defende infratores ambientais
Reprodução/GloboNews

Em entrevista à GloboNews, Alexandre Saraiva —que, conforme publicamos, nega ter sido informado de sua exoneração da chefia da PF no Amazonas— redobrou os ataques a Ricardo Salles.

Segundo Saraiva, quando a PF recebeu, a pedido de Salles, documentos apresentados pelas pessoas que estavam extraindo madeira na Amazônia, constatou que eles eram “prova cabal da grilagem de terras”.

“Se havia algum risco de dúvida, deixou de existir. E aí, sim, nós encaminhamos a notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal”, acrescentou o delegado.

E Saraiva ainda disse mais: “Não é todo dia que um superintendente [da PF] faz isso, mas também não é todo dia que um ministro de outra pasta se arvora a promover a defesa de infratores ambientais”.

Como O Antagonista mostrou, o delegado também estourou um esquema de corrupção no Ibama do Rio e prendeu um aliado da família Bolsonaro.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO