Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Saúde adia análise de redução de intervalo entre doses de vacinas

Decisão sobre o assunto só será tomada, segundo nota assinada por Marcelo Queiroga, após todos os adultos iniciarem a imunização
Saúde adia análise de redução de intervalo entre doses de vacinas
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em nota divulgada na noite de ontem, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou que a redução do intervalo entre as duas doses de vacinas contra a Covid só será analisada “após a distribuição da primeira dose para toda a população adulta”.

Nos últimos dias, Queiroga havia sinalizado que a pasta reduziria o intervalo de doses das vacinas. O ministro falou em redução do intervalo da vacina da Pfizer de três meses para 21 dias.

A nota assinada por Queiroga e pelos presidentes dos conselhos de secretários de Saúde também diz que, “após a conclusão do envio de doses para a população adulta, serão incluídos os adolescentes de 12 a 17 anos, com prioridade para aqueles com comorbidades” — o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), quer iniciar a vacinação de adolescentes em 20 de agosto.

“Estados e municípios devem seguir, rigorosamente, as definições do Programa Nacional de Imunizações (PNI) quanto aos intervalos entre as doses e demais recomendações técnicas, sob pena de responsabilidade futura”, afirma outro trecho da nota.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO